É importante deixar os documentos preparados e ficar de olho nas mudanças da Declaração do Imposto de Renda para não cair na malha fina!

 

A entrega do IR só começa no início de março, mas é importante estar preparado para se antecipar e entregar a papelada no início do prazo. Isso porque quem entrega cedo, tem mais chances de receber a restituição primeiro, além de ter mais tempo para corrigir possíveis erros. 

Confira algumas dicas para se antecipar e ficar em dia com o Fisco: 

  1. Se você realizou operações como consórcio, empréstimos, heranças e pensões, já deixe todos os papéis juntos e organizados. 
  2. Se você possui outras fontes de renda como aluguel e pensão alimentícia, é necessário recolher mensalmente o Carnê-Leão, que é uma antecipação do Imposto de Renda do ano seguinte. Caso não tenha pago o de 2019, você pode se regularizar acessando o site https://receita.economia.gov.br/orientacao/tributaria/pagamentos-e-parcelamentos/pagamento-do-imposto-de-renda-de-pessoa-fisica/carne-leao/carne-leao
  3. Se vendeu ou comprou algum imóvel ou carro é necessário ter os documentos em mãos. Em caso de financiamento, anote o nome do banco, número do contrato, o montante financiado, número e valor das prestações, além do valor de entrada. 
  4. Se foi demitido em 2019 é necessário pegar o informe da antiga empresa. 
  5. Recupere a declaração do ano passado. Esse documento vai agilizar o preenchimento de diversos campos! 
  6. É a primeira vez que vai declarar? Você vai precisar do CPF, título de eleitor, dados residenciais e da sua profissão. Se o estado civil for casado, será necessário o CPF do cônjuge. 

 

Como sei se já posso declarar o Imposto de Renda? 

É obrigado a declarar quem recebeu rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70 ou tenha recebido rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil. 

Você sabia que uma pessoa física também pode ter uma contabilidade? Fica mais fácil de resolver a parte burocrática, assim como o Imposto de Renda!